Quinta-Feira, 29 de Julho de 2021

Mais da metade do total de mortes registradas em Mato Grosso no ano de 2021 foram por Covid-19




COMPARTILHE

Mais da metade dos óbitos registrados em Mato Grosso neste ano foram em decorrência da Covid-19, conforme levantamento feito pelo G1 com base em dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES) e Cartórios de Registro Civil.

De 1° de janeiro até esta quinta-feira (3), 11.807 pessoas morreram no estado e 6.133 delas após contraírem o coronavírus. O número representa 52%.

Apesar da vacinação ter começado no início deste ano como forma de combater a doença, a segunda e a terceira onda da pandemia têm sido mais letal no estado. As mortes pela doença no primeiro semestre deste ano representam 55,4% do total registrado durante toda a pandemia.

A taxa de mortes por Covid-19 a cada 100 mil habitantes no estado (317) é a segunda maior do país, ficando atrás apenas de Rondônia (326). Apesar disso, a média móvel de mortes no estado está estável. Cientistas apontam que só existe um caminho para controlar a pandemia: vacina para todos, e sem demora. Um exemplo disso é a cidade de Serrana, no interior de São Paulo.

Os efeitos da imunização em larga escala na cidade foram acompanhados durante quatro meses por pesquisadores do Instituto Butantan. A pandemia em Serrana foi controlada após 75% da população ter sido vacinada, o que, consequentemente, resultou em uma queda de 95% no número de mortes.

Já em Mato Grosso a vacinação ainda é considerada lenta. Se continuar nesse ritmo, o estado só chegará ao percentual de imunização registrado em Serrana daqui a mais de um ano, isso porque em mais de quatro meses de vacinação o estado atingiu menos de 20% da população total. O Ministério da Saúde enviou mais de 1,3 milhão doses de vacinas contra a Covid-19 para o estado desde o início do ano. Atualmente, Mato Grosso tem 635.125 pessoas vacinadas com a 1ª dose - o que representa 18% da população total - e 287.463 com a 2ª dose.


Autor: AMZ Noticias com G1


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias